Quando chega o inverno, as contas da casa tendem a aumentar, pelo simples facto de estar mais frio, levando a maior uso do aquecimento e de água quente. Logo, as faturas vão ser bastante mais altas. No verão esta tendência também pode ser observada, pois nos dias de muito calor, usamos mais o ar condicionado e, portanto, há novamente uma subida das faturas da luz.

Se pretender ficar a saber sobre alguns truques para reduzir gastos, neste artigo daremos algumas dicas simples sobre a poupança de energia como ajustar a energia.

Truques e dicas para poupar na eletricidade do seu lar
  1. Faça uma lista de gastos com eletricidade: Se fizer uma lista dos eletrodomésticos que mais usa e dos que mais consomem, poderá controlar o gasto com base nos tempos e, portanto, poderá reduzir o custo.
  1. Reduzir o número de lâmpadas tradicionais: Se deixar de lado as lâmpadas de “toda a vida” e optar pelas lâmpadas de LED, verá como vai reduzindo aos poucos a sua conta de luz. Estas lâmpadas estão a ser implementadas em muitos lugares, pois os resultados são, de facto, muito bons.
  1. Gás, melhor do que eletricidade: Alguns eletrodomésticos, como os que temos na cozinha, podem funcionar com gás ou eletricidade. Se tiver oportunidade, opte pelo gás já que é mais eficiente em termos energéticos: custa menos obter a mesma energia.
  1. Use as extensões elétricas e evite o stand by: ao usar estes dispositivos será mais fácil desligar todos os aparelhos de uma vez, de assim evitar o stand by (consumo fantasma!).
  1. Alterar a potência contratada: normalmente contratamos uma potência elétrica standard, e isso por vezes não compensa. O ideal é calcular a potência de luz ideal para a nossa casa, de forma a poupar energia.
  1. Isolamento em toda a casa: é muito prático pois se todas as partes da casa por onde o frio ou calor podem entrar estiverem isoladas, irá manter uma temperatura mais agradável, pois evita o uso de aparelhos como aquecedores e ares condicionados.
  1. Menos cortinas e mais janelas: Este truque é muito básico, mas ajuda a poupar luz. Quanto mais luz natural deixarmos entrar em nossa casa, menos luz artificial teremos para usar e, portanto, mais poupamos.
  1. Tarifas horárias: escolher uma boa tarifa de energia é muito importante. Hoje em dia já existem as tarifas bi-horárias. Estas tarifas permitem escolher um período do dia onde o preço da energia é mais barato. Se só está em casa ao início da noite, ou se prefere realizar o maior número de tarefas domésticas que exijam eletricidade aos fim de semana, saiba que existem tarifas para estes tipos de situações.
  2. Eletrodomésticos inteligentes: Este tipo de eletrodoméstico é o que se utiliza na domótica. Os electrodomésticos que dispõem de tecnologia de domótica são todos aqueles que funcionam através de ligação à Internet e são controlados através do smartphone ou tablet que se liga através da rede WIFI ou dados móveis. Graças a esta tecnologia, hoje é possível realizar ações como acender a luz, acionar o ar condicionado ou baixar uma cortina sem precisar de se mover. Facilita o nosso dia a dia, e possibilita a poupança de mais luz, água, gás e outros… Torna-se mais fácil ter o controlo daquilo que gastamos, além de desligar ou ligar, à distância, qualquer eletrodoméstico que já não seja necessário usar.
  3. Opte pelo autoconsumo elétrico: os sistemas de autoconsumo são ideais para poupar na conta da luz e ainda para conservar o meio ambiente. A instalação de painéis solares absorvem a energia solar e transformam-na em eletricidade que pode ser usada em toda a casa, evitando consumir eletricidade da rede de distribuição comum.

Deixar um comentário